23 de setembro de 2013

Cavalos guineenses

"Valdu chega do Sporting de Bissau para ser observado nos juniores

O Sporting da Guiné-Bissau anunciou no seu site que o ponta de lança Valdu, com idade de juvenil (17 anos) está a caminho da Academia para ser observado nos juniores do clube de Alvalade.

Valdu tem 1,88 metros e a vinda do jogador para Alvalade estará integrada no protocolo de academia do clube de Bissau."

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=429697

17 anos. Parece um cavalo! E se fosse branco, diria o mesmo, ok? :P





Não vem pela mão de Baldé (o Valdu) mas vem pela mão de um doente (e quando digo doente, meço bem a palavra...) lampião, chamado Paulo Rodrigues.

(Paulo Rodriques, à esquerda)

https://www.facebook.com/superstadium?fref=ts

Paulo Rodrigues é empresário de jogadores, dono da Superstadium, empresa que colocou o Paulo Torres na Guiné e que o utiliza como cavalo-de-Tróia para se introduzir na Academia e tomar o lugar de Baldé. Não entra pela porta da frente, entra pela do cavalo.

Tem no seu currículo, por exemplo, a manufacturação e venda de produtos que são vendidos na loja do benfica, parcerias com o benfica e a Eusébio cup e ainda me lembro de ter visto uma reportagem sobre o sonho que tinha em que o seu filho fosse um dia jogador do benfica...

É com este tipo que vamos fazer negócios "guineenses"? Na hora de trazer um verdadeiro "craque" para Portugal, será que o oferecerá primeiro ao Sporting ou ao seu clube do coração?

Sem comentários: