17 de agosto de 2013

Falta de noção

Há uns dias, estava a ver a transmissão do Mundial de Atletismo de Moscovo na RTP2 - pois prefiro a sabedoria de Luís Lopes à alta definição da Eurosport HD – e, durante a final de salto em altura masculinos, quando o ucraniano Bodarenko tentava bater o record do mundo de Sottomayor situado nos 2m e 45cm, Lopes disse o seguinte “Para se ter a noção, 2m e 45cm é a altura de uma baliza de futebol”. Isto, como diria a Fanny, bateu forte cá dentro. Conseguem imaginar um tipo saltar por cima de uma baliza de futebol???

Este tipo quase que consegue saltar por cima de uma baliza de futebol. lol


Pois é. Noção. Esta é a palavra chave que todos os Sportinguistas deviam ter em mente durante esta época.

Lembro-me que, quando era puto, nos anos 90, via o Sporting começar bem os campeonatos e quando chegava o mês de Dezembro/Janeiro, acontecia qualquer coisa de inexplicável, pois começávamos a perder jogos “fáceis”, ao ponto de terminarmos as épocas sempre em 2º ou em 3º lugar. “O Sporting só dura até ao Natal” dos anos 90 era o “O benfica só dura até aos 92 minutos” dos anos 2000 e tal. Não tinha noção de que, chegando a Dezembro/Janeiro, quando os ordenados começavam a ser pagos com dias ou meses de atraso, os jogadores deixavam de se esforçar em campo, o que resultava, inevitavelmente, em empates ou derrotas. Palavra chave, “noção”.

Também tinha pouca noção do que significava “fruta” e “café”, isto é, pelo menos para os dirigentes do Porto. Foi preciso aparecerem as escutas no Youtube, para ter ideia de como se “cozinhavam” as vitórias do Porto no futebol português. Noção.

Por exemplo, todos os Sportinguistas devem ter noção de que o avançado colombiano do Braga que marcou ontem um golaço ao Paços, custou 600 mil euros por cerca 75% do passe. Repito, 600 mil euros, o que é, mais ou menos, metade do que o Sporting gastou esta época em Montero, Maurício, Jefferson, Cissé, Weldinho, Magrão e Slimani.

Falta de noção, é o que têm, também, Rui Oliveira e Costa e Jorge Gabriel, quando aceitam envergonhar os Sportinguistas, semanalmente, no Dia Seguinte e Trio de Ataque, respectivamente. Tanto assim é que, já o Conselho Leonino do Sporting teve de emitir um comunicado, desmarcando-se do “isento” Jorge Gabriel. O apresentador da RTP faz lembrar aqueles árbitros, publicamente adeptos do clube X, e que, para demonstrar a sua total isenção, quando têm de apitar um jogo do seu “clube do coração”, prejudicam-no apenas para ninguém o possa acusar de ser parcial.

Também é preciso ter noção de que não ganhamos um jogo de estreia no campeonato há 4 épocas. E de que o Porto não o perde desde… já nem me lembro quando. Ah! E que também não perdeu um único jogo na época passada. Respiram fundo, leiam em voz alta e repitam: O Porto não perdeu um único jogo na época passada.

Tenham noção de que, em vésperas de jogos decisivos (lembram-se da primeira página do Público, antes de um Sporting-Porto, sobre umas pinturas no túnel do estádio do Sporting?), as manchetes “para-meter-nojo” apenas terão como alvo o nosso clube, o Sporting. Basta ver as de hoje, a pouco mais de 24 horas do jogo inaugural na Liga, o Sporting-Arouca, as primeiras páginas revolvem à volta do assunto “Bruma”, Bruno de Carvalho ameaça não sei quem, e pouco mais.


Portanto, quando vejo algumas – poucas-, demonstrações de confiança de que o Sporting poderá ser campeão esta época, eu digo para que tenham noção das dificuldades. 

Terminámos a época passada em 7º lugar. A pior classificação de sempre da nossa história. Tenhamos noção... 

2 comentários:

Dimitris Nalitzis disse...

Isso das manchentes amigas do Sporting já tem muitos anos. Ainda me lembro que o Duscher estava vendido no dia em que o Sporting tinha um jogo importante, Guimarães ou Funchal. Eu até metia esses jornais no balneário, não se perdia um único jogo

Captomente disse...

Eish!! O 3º comentário no blog!! Gracias!! ehehe

Dessa não me lembro, mas tens razão, se fosse o Mourinho o nosso treinador, o balneário estaria forrado com capas do Record, BOLA, CM e O JOGO!!

Esta semana d'O JOGO então... foi um meter nojo diário, documentos do advogado do Bruma, Adrien a ganhar mais do que o Labyad.. foda-se. Incrível.