3 de setembro de 2014

Ovo de Colombo

"O verdadeiro projecto do Sporting é e deve ser o da formação. (...) Sería preferivel trazer apenas dois ou três que fizessem efectivamente a diferença e que viessem acrescentar experiência, maturidade, manha, qualidade ao plantel e aos jovens oriundos da Academia (...) Além do mais, estes jodadores de 2ª (3ª) linha atrás mencionados só servem de tampão e entopem a montra para os jonvens (sic) se poderem afirmar.
Os sócios sentiriam muito mais compreensão e paciência com Adrien, po exemplo, do que sentem com *******. Não tenham duvidas disso."


Sabem quando foram escritas as palavras acima mencionadas? Não, não foi hoje, num dos 327 grupos "de apoio ao Sporting" no Facebook... Foi escrito, num comentário a um post do blog Leão da Estrela, no dia 18 de outubro de... 2007! Mas podia muito bem ter sido escrito hoje, não podia? :)

Ah, o eterno debate da formação!.. O ovo de Colombo de qualquer mesa de café preenchida por Sportinguistas.

"Formação ou estrangeiros, eis a questão!"

Não quero um onze com dez jogadores da formação nem quero um onze com um jogador da formação. Quero equilíbrio, sensatez, bom senso, competência e qualidade acima de tudo. E creio que isso foi ou está perto de ser alcançado "neste" Sporting. No derby da Luz de domingo, por exemplo, estiveram sete jogadores da formação do Sporting em campo. O Esgaio já tem mais minutos do estádio da Luz do que o Cavaleiro, Cancelo e Bernardo Silva juntos. (não sei se tem ou não, não fui pesquisar, mas vocês percebem o que quis dizer... :P). E o João Mário é uma alternativa (cada vez mais) real ao André Martins.

Dois putos por época parece-me bem ou não?

Podia agora mencionar a época inicial de Godinho Lopes, quando foram contratados uns 327 jogadores estrangeiros, e lembrar a euforia que se vivia no início da época, mormente naquele célebre jogo de apresentação com o Valência, com um estádio apinhado de Sportinguistas "ilusionados" (da "ilusión" espanhola, não queria escrever "iludidos" da "ilusão" portuguesa...) e que - eu, pelo menos, não me lembro - onde não se ouviu qualquer lamento ou preocupação relacionado com a falta de aposta na formação do Sporting. E acrescento: eu fui um dos que não se lamentou.

Não quero uma Sporting à "Soares Franco" (só com putos da formação) nem quero um Sporting à "Godinho Lopes" (só com estrangeiros). Quero equilíbrio e sensatez.

Se não o escrevi aqui, pelo menos já o pensei: compreendo a estratégia por detrás da política envolvida na "formação" deste plantel. Não sei ainda dizer se concordo ou não, mas compreendo.

Havia duas opções: comprar dois ou três jogadores com "credenciais" e estatuto, e que fossem, realmente, "reforços" para o onze inicial. Ou seja, dois ou três jogadores "caros", p'raí uns cinco milhões de euros cada um. E além do valor da contratação em si mesma, teríamos de acrescentar o valor do salário de cada um...

A outra opção, que foi a escolhida pela direção do Sporting, era contratar jogadores para reforçar o plantel e não propriamente a equipa inicial. Com esses quinze milhões que custariam dois ou três "craques", optou-se antes em rechear o plantel com opções válidas para todas as posições em campo.



Admito: creio que faltou apenas contratar um central mais experiente.


Com a série de jogos que aí vêm - Taça da Liga, Taça de Portugal e Liga dos Campeões - compreendo, repito, que se tenha optado por esta via em vez da outra, quiçá mais apelativa, de se contratar dois ou três "craques". Contudo, correríamos, mais uma vez, o risco de, num qualquer jogo decisivo, como foi o derby da época passada na Luz, ficarmos sem um jogador de uma posição essencial e não termos uma alternativa à altura. Assim, poderemos perder na mesma o jogo, mas não será por falha(s) básica(s) nossa(s).

É claro que as sentenças de morte já foram feitas a esta política desportiva do Sporting e mesmo às ambições do clube. Ainda ontem, o expedito Carlos Daniel, na RTP mais-Porto-que-o-próprio-Porto-Canal Informação, dizia que só através de um "milagre" é que o Marco Silva conseguiria ser campeão neste Sporting. E em todos os programas desportivos, colunas de opinião de jornais ou posts de blogs, a opinião é geral:

Só o Porto se reforçou "bem", o Benfica reforçou-se "assim-assim" e o Sporting, excepto Nani, reforçou-se "mal". Ia jurar que ouvi uma coisa parecida na época passada.




5 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Desculpa, mas eu concordo com o Carlos Daniel.

Mas além do Sporting acrescentaria o Benfica. Não é questão de o Porto ter um bom 11 titular, é a questão de ter um excelente Banco, e mais ainda, além que parece perceber da poda a dar ordens nesse mesmo banco.

Este ano é do Porto, e só um milagre destinará outro desfecho.

Abraço

PS: Mas não digas a ninguém que escrevi isto, para todos os efeitos o Benfica vai ser campeão. :P

M. disse...

Patrício
Cedric, Maurício, Sarr, Jefferson
WC, AS, AM
Carrilho, Slimani, Nani

Quanto vale cada um? Quanto custa (compra e salário!) um jogador que seja um "reforço de caras" neste onze?

Eu tb gostava de trocar mudos médios pelo Fabregas... Em casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão.

O espectacularmente reforçado FCP tem 8M pelo cepo do Indi. Vamos ver quão melhor é que o Sarr.

Tb percebo, mas já decidi que concordo :)

Germano Bettencourt disse...

Nem todas as contratações do Porto serão tão fantásticas quanto as pintam. Disso tb não tenho dúvidas. Mas algumas das que dávamos menos importância vão revelar-se e suprir essas, pelo que continuo achar que o Porto é Super Favorito.

A verdade é que é difícil acertar. Eu por exemplo, critiquei imenso o dinheiro dado pelo meu conterrâneo, e no entanto se ele continuar assim, vou ter de engolir o sapo, pois até ao momento tem-se revelado como o melhor reforço.

Seja como for, estava à espera de um Benfica mais fraco e de um Sporting mais forte. :P

Captomente disse...

@Germano Eu sei que concordas, aliás, não conheço nenhum benfiquista que não concorde que com o seu "guru" do jornalismo desportivo. :P

Se tivesse que apostar agora, também votaria no Porto para ser campeão mas vetar o Sporting já ao ostracismo e falar em "milagres" parece-me um bocado exagerado...

@M Eu percebo e quero concordar... mas vou esperar pelo final da época! eheh

M. disse...

Germano,
eu tb acho que o fcp tem excelentes reforços (ainda que no meio de alguns jogadores que n conheço de lado nenhum e n foram inscritos p/ LC).
O meu ponto era realçar o qt custa um titular: um titular para o centro da defesa custou-lhes 8M; Brahimi e Aboubakar só % de passe + fundos; o outro avançado então...; e os restantes são emprestados.

Repetindo-me: o SCP tem um 11 bastante interessante; claro que é possível melhor, a questão é custo-vs-risco de comprar um jogador que entre "de caras" no 11. Só mesmo para os centrais é que me parece relativamente exequível.