22 de janeiro de 2017

Castelo

Há 2 formas de encarar o resultado do jogo de ontem na Madeira. Para quem ainda acreditava no título, é um resultado negativo. Para quem, como eu, já não acreditava no título, o resultado (e a forma como aconteceu) até foi positivo.


O Sporting começou a perder o título em Vila do Conde e Guimarães, não foi em Chaves ou Funchal. E não vou agora bater no ceguinho e explicar por que razão estamos a fazer uma época de merda... já todos sabemos, inclusive o presidente. Como escrevi no penúltimo post, não há milagres, muito menos que envolvam o Sporting. Desde que me lembro de ser Sportinguista e de acompanhar, minimamente, os jogos, só me lembro de dois "milagres": o golo de Miguel Garcia em Alkmaar e a final da Taça de Portugal contra o Braga, há 2 épocas. Mais nada. Ah, e o 5-3 contra os lampiões, para a Taça da Portugal. De resto, espero sempre o pior do Sporting. E não me tenho desiludido...


Para ganhar o título em Portugal, é preciso um bom plantel e "boas" arbitragens. O Sporting não tem ambas. E das duas, só terá hipóteses de ter uma: um bom plantel. Mas mesmo isso está em risco, pois o 3º lugar da Liga deixou de dar acesso à pré-eliminatória da Champions, o que significa que para o ano vamos ter, muito provavelmente, um plantel ainda mais "fraco" que o actual. Pelo menos no papel. Depois na prática, logo se verá. No "papel", Petrovic seria melhor que Palhinha. Na prática... viram o jogo de ontem?




As "boas" arbitragens... Não podemos contar com elas. E quando pior jogamos, piores arbitragens teremos. Já estou farto de o dizer: os árbitros portugueses são medrosos, cheiram melhor que ninguém onde o "poder" está e é para esse lado que melhor apitam. Na época passada estávamos "poderosos" e foi das épocas onde menos senti essa animosidade contra o Sporting. Este ano começámos fracos e os árbitros sentiram-no à distância. Sempre que puderam, malharam no Sporting. É "normal". Por isso é que digo que, para quem já não acreditava no título esta época, o resultado (e arbitragem) de ontem foi o melhor que nos podia ter acontecido.




"Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…"






O que resta ao Sporting esta época é guardar as "pedras" (leia-se, más arbitragens) e, no momento certo, construir um "castelo". Não sei se sabem mas é possível definir, ao minuto, o momento em que o Benfica construiu o seu castelo. E nem sequer tinham tantas pedras como isso... Foi no dia 13 de setembro de 2010, três dias depois de uma derrota em Guimarães, que o #EstadoLampiânico começou a edificar o castelo do "tetra".








São notáveis as semelhanças. Benfica tinha contratado JJ em 2009/10 e foi campeão logo nessa época, confirmando aquilo que tinha prometido quando foi anunciado como treinador dos lampiões. A época seguinte começou de forma terrível, com três derrotas em Agosto. Na 4ª jornada, em Guimarães, o Benfica perde novamente, num jogo arbitrado por Olegário Benquerença. Não sei dizer se nas derrotas de agosto o Benfica tinha algumas razões de queixa das arbitragens mas lembro-me perfeitamente, até porque fiz um vídeo na altura sobre isso, que o Benfica não tinha assim tanto por que se queixar de Olegário... os próprios narradores do jogo na Benfica TV assim o confirmaram na altura. Contudo, isso não impediu de o Benfica reagir - e em força - contra o Conselho de Arbitragem, liderado por Vítor Pereira. Foi um ataque concertado, que envolveu almoços com diretores do jornal A BOLA, e que culminou num anúncio/comunicado público demolidor, talvez sem direito a perguntas dos jornalistas, não sei, de Luís Nazaré, o então presidente da Mesa da Assembleia Geral do Benfica.


 Houve de tudo: apelo aos sócios (e adeptos...) para não irem aos jogos fora; cancelamento de negociação direitos TV (e consequente transmissão dos jogos em casa no próprio canal do clube - o "xeque-mate" ao "sistema" do Porto de Pinto da Costa); ameaça de boicote à Taça da Liga; solicitar uma audiência ao Ministro da Administração Interna; declarar o Secretário de Estado de então, Laurentino Dias, como 'persona non grata'. Absolutamente brutal.


Foi um ataque contundente e que teve resultados absolutamente avassaladores. O "castelo" do Benfica está à vista: antes de desfrutar a reforma dourada no Brasil, Vítor Pereira extinguiu a antiga geração de árbitros, para dar lugar a esta nova vaga de árbitros de "aviário"; o Benfica deixou de vender os direitos transmissão tv à Sporttv e começou a transmitir os seus jogos na sua própria TV, conseguindo com isso definir os horários dos jogos caseiros e ter maior controlo editorial sobre aquilo que é percecionado como "realidade" para os adeptos de futebol em Portugal, no que aos jogos do Benfica em casa diz respeito. É um "poder" enorme, estratosférico. Tetra-campeonato à vista.

Este ano, o Sporting decidiu dar uma oportunidade ao novo presidente do Conselho da Arbitragem (mas cujos árbitros e observadores são os mesmos de outras épocas) e não reagiu quando tinha de reagir. Pós-Guimarães e/ou pós-Luz. Agora é tarde demais. As silver bullets são para ser disparadas no momento certo. Estar a 10 pontos do primeiro lugar não é o momento certo.

A "estrutura" do Sporting é fraca, quase obsoleta mas "isto" que temos vindo a assistir esta época é completamente patético. Damos votos de confiança ao Conselho de Arbitragem, somos roubados na Luz e não reagimos, somos eliminados na Taça da Liga e fazemos 'blackouts' e depois desmentimos, empatamos em Chaves e falamos para a Sporting TV, posts Facebook, entrevistas à CMTV, "bate-bocas" com comentadores... enfim, pior é impossível. Urge recolher as "pedras", guardá-las bem e, no momento certo, começar a construir o "castelo". E se não souberem quando isso é, eu ajudo: à primeira derrota/empate da próxima época, ao mínimo erro arbitral. É por isso que o empate de ontem foi positivo... se estivermos já a pensar na próxima época.

Além daquelas ideias lampiãs de 2010, há outras que o Sporting pode, e deve. adoptar nessa "construção"... um dia, partilhá-las-ei aqui.




9 comentários:

Benfiquista Tripeiro disse...

Partilhá-las-ei.

France Vale disse...

Muito bom texto! Direto e a bater no ponto certo como todos os posts neste blog. SL

Cantinho do Morais disse...

Grande texto, Captomente.

De facto, parece fácil. E a construção de um "castelo" seria sempre possível, porque as pedras que já nos "deram" são mais que suficientes (e até sobravam).

Para isso acontecer, seriam preciso duas coisas que este clube nunca revelou ter:
- Estratégia;
- Respeito/Aprender com a História;

Todos os dias parece que há um reset mental, e esquecemos todos os erros cometidos no dia anterior, bem como a forma como nos tratam.
É um clube doente, bipolar e de uma inocência que atinge níveis de estupidez insuportáveis.

Duvido que algum dia isto mude.

SL

pedro lisboa disse...

Excelente texto, não sei se há coragem para no inicio da proxima epoca atacar logo ao minino erro

A nossa comunicação tem de ser repensada, só de pensar na entrevista ao CMTV vomito

Ainda assim, acredito que será com BdC que devemos combater Mordor

SL

Captomente disse...

@Cantinho,

É verdade. Desde que me lembro de ser Sportinguista, tem sido sempre assim. Parecemos aquela mulher que é espancada há 20 anos pelo marido mas que nos dias seguintes à porrada, pede desculpa e jura que nunca mais lhe vai tocar. E nós acreditamos. Sempre.

Se não mudar com BdC, só mudará com muito dinheiro, idealmente de um multimilionário chinês.

@ France, pedro

Obrigado pelos comentários. Sim, a entrevista à CMTV foi horrorosa e, pior, ineficiente. Valeu zero.

SL

M. disse...

Capto, so' uma nota: o terceiro lugar, ainda que lonje de ser o lugar desejado, ainda da' acesso 'a pre-eliminatoria da Champions para o ano!

Para 2018/19 a coisa esta' bastante tremida e o mais provavel e' cairmos para 7o do ranking e perder a terceira equipa, mas para 2017/18 e' garantido por termos fechado o ano passado em 5o lugar do ranking.

Captomente disse...

@M

Estava absolutamente convencido que já não dava! Sendo assim, menos mal. Agora também não vou emendar o post mas obrigado pela emenda. :)

SL

João Paulo Rosinha disse...

http://sporting1967.blogspot.pt/

João Paulo Rosinha disse...

http://sporting1967.blogspot.pt/