7 de abril de 2014

Két félidö a pokolban (1963)



"I've told you a thousand times, football is a sacred thing." - Ónódi



Não há muitos filmes sobre futebol e os que há são, quase sempre, maus. Mas há raras excepções. Aposto que, como eu, já todos viram o "Fuga para a Vitória", com o Stallone na baliza e o Pelé lá  na frente, lembram-se? Recentemente, soube que esse filme tinha sido inspirado numa história verídica que se passou durante a 2ª Guerra Mundial, claro, mas envolvendo antigos jogadores ucranianos de futebol, feitos prisioneiros de guerra, e que participaram num infame "jogo da morte" contra uma equipa de soldados alemães, em 1942. E o primeiro filme feito baseado nessa atrocidade não foi a versão americana mas sim um filme húngaro chamado "Két félidö a pokolban" (Two Half Times in Hell), que é bem mais realista do que a versão americana realizada um par de décadas mais tarde.

Vi-o há pouco tempo, com legendas em inglês (não há em português), e recomendo vivamente. Quem quiser ver, pode sacar o filme aqui:

Két félidö a pokolban (1962) Zoltán Fábri.CD1.avi (700mb)

Két félidö a pokolban (1962) Zoltán Fábri.CD2.avi (700mb)

Két félidö a pokolban (1962) Zoltán Fábri - legendas em inglês

2 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Conheço a história. É uma excelente história, e precisa de um filme a condizer com o heroísmo de alguns daqueles ex-jogadores feitos reféns.

Nada mais importante que a honra. O que esses senhores fizeram sim, é honra!

Captomente disse...

Sem dúvida. Através do desporto é possível - apesar de encontros de presidentes de clubes em gasolineiras poderem dizer o contrário - aprender a dar e receber lições de vida, como por exemplo, saber valorizar a honra.