15 de abril de 2014

Liga Mickey Mouse

Acho que havia um jogador perito em apontar aos braços dos adversários mas não me lembro quem...



Aqui há uns tempos li no Twitter um tipo estrangeiro, que costuma fazer apostas online, dizer que a Liga Portuguesa é das que tem mais penalties assinalados por jornada. Não tenho dados p'ra comprovar isso nem paciência p'ra ir contar os penalties marcados nesta edição da Liga portuguesa mas desde que li o tal tweet do apostador estrangeiro, comecei a reparar na facilidade com que se marcam penalties em Portugal... como este do .gif acima, assinalado por Luís Ferreira, o novo Bruno Paixão (tenham medo, tenham muito medo!), na sexta-feira passada, no Académica 1-1 Vitória de Setúbal. (também marcou outro - e bem - a favor do Vitória, btw)

Se lermos as Leis do Jogo 2013/2014, disponíveis no site da FPF, acho que todos chegaremos à conclusão de que não era penalty.


LEI 12 – FALTAS E INCORREÇÕES 119

Tocar a bola com a mão

Tocar a bola com as mãos implica um ato deliberado em que o jogador toma
contacto com a bola com as mãos ou com os braços. O árbitro deve ter em
consideração os seguintes critérios:
• o movimento da mão na direção da bola (e não a bola na direção da 
mão);
• a distância entre o adversário e a bola (bola inesperada);
• a posição da mão não pressupõe necessariamente uma infração;
• o facto do contacto com a bola ser feito com um objeto que tem na mão
(peça de vestuário, caneleira, etc.), não deixa de constituir infração.
• o contacto com a bola ser feito através de um objeto lançado (bota,
caneleira, etc.) também constitui infração.

(os negritos e sublinhados são meus)


Mas o mais grave não é o cabrão do árbitro ter marcado penalty, mal ou bem, numa decisão de segundos. O grave mesmo é ler o jornalista d'A Bola, que deve ter tido um par de horas p'ra fazer a crónica do jogo, escrever isto no dia seguinte no jornal:




E pronto. É isto. Temos uma Liga à parte das restantes, uma Liga onde bolas nas mãos são penalty e onde jogos Arouca - Benfica disputados em Aveiro ou Estoril - Benfica no Algarve, considerados como uma coisa normalíssima, tudo legitimado por esta cambada de prostitutos intelectuais que escrevem jornais e enchem écrãs de televisão. Uma verdadeira Liga Mickey Mouse.


9 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Realmente não era penalti.

Quanto ao jogar em Aveiro, não acho certo, mas por ventura não considero o Benfica culpado. Neste caso acaba por ser vitima da sua grandeza. Imagina tu a receita que isto não deve ter dado. No entanto, e segundo os responsáveis, o estádio do Arouca não receberá mais nenhum jogo, sendo que o próximo jogo em casa será também no Municipal de Aveiro devido aos problemas que o Estádio tem.

Mas o mais curioso, é que há não muito tempo, houve um outro clube que jogou em casa emprestada contra o Sporting, e nessa altura foi tudo normalíssimo. Mas a cegueira de tirar o mérito ao campeonato que o Benfica vem fazendo é tanta, que a memória leva a flash selectivos.

E viva o Benfica.

Agora livra-te de fazer do Benfica Campeão no Sofá. Sou do Sporting desde pequenino! (independentemente da vitória do Benfica contra o Olhanense não estar garantida, antes pelo contrário, atendendo ao desespero deles em pontuar).

Germano Bettencourt disse...

PS: E os meus Gifs? Um gajo faz um post a pedir Gifs e é ignorado!!! TSSSS

Cantinho do Morais disse...

Eu não percebo é porquê que todos os jogos do Benfica não são na Luz. Se a receita é o principal argumento...

Já agora, caro Germano, esse jogo que fala do Sporting, é o deste ano com a Olhanense? No Estádio do Algarve?
É que se é (se não é, esclareça-me), diga-me só onde é que o Benfica jogou (tb esta época), quando foi jogar à "casa" do Olhanense.

Este árbitro tem feito um trabalho "enorme" na II Liga. O Benfica B conhece-o bem.
Os próximos 10 anos estão bem arranjados...

Germano Bettencourt disse...

Cantinho,

lololol, ai, como o Benfica jogou no mesmo estádio a verdade desportiva está assegurada. Os Vitória de Setúbal, Belenenses e Aroucas que jogaram no José Arcanjo não interessam para as contas da Verdade desportiva. É por isso que continuo a dizer que é ridículo culparem o Benfica por ter jogado em Aveiro.

Já agora, se serve de desculpa o Sporting jogar no Estádio do Algarve porque o Benfica também jogou, criando logo aí um grande alibi, então será igualmente desculpa para o Benfica o facto de o Gil Vicente daqui a 2 jornadas também ir jogar a Aveiro com o Arouca. Ou aqui entra o tal problema de o Gil Vicente não entrar nas contas da verdade desportiva.

Esta teoria da verdade desportiva é um autentico camaleão. ADORO!!!

Captomente disse...

Equipas profissionais de futebol não podem jogar em estádios municipais? Não. Mas podem treinar? Sim.

http://www.fcarouca.eu/noticia-plantel-regressa-aos-treinos-308.html

Liga Mickey Mouse. \o/



(.gifs? O que é isso?!)

Cantinho do Morais disse...

Germano,

a verdade desportiva não está assegurada por jogarem os 2 no mesmo estádio. Mas entre equipas que disputam a mesma posição na tabela, ao menos houve igualdade no que diz respeito às regras da competição.

O Benfica ganhará todos os jogos que disputaria em Arouca (agora nunca o saberemos), sendo esta mais uma razão para não dar lugar as suspeitas.

ps: ambos concordamos que o Gil Vicente não compete (nesta fase da prova) pelo mesmo lugar que o Benfica (embora tenha sido a última equipa que lhe roubou pontos - não por vontade do Bruno Paixão)

Germano Bettencourt disse...

Cantinho,

Isso não justifica nada. A verdade desportiva só interessa quando nos dá o direito de refilar, quando é aos outros, esquece.

O Benfica se ganhar o campeonato, que não é certo ainda, não será por ter jogado em Arouca, será por mérito próprio.

A verdade, é que quando o Benfica ganha, existe sempre um jogo que há-de apelidar o campeonato. Se não foi o Capela, é o Estoril ou o Arouca. E é isso que me mete nojo na conversa dos rivais.

O ano passado o Porto iniciou o jogo do titulo da forma como iniciou, com pénalti 2 metros fora da área e expulsão do jogador do... Paulo Fonseca, mais à frente quando estava penso que 1-0, fica uma penalidade por marcar contra o Porto, e não vi nenhum benfiquista apelidar o Campeonato de "Capital do Móvel". Mas se fosse o Benfica, ui se fosse o Benfica, Deus nos livre de ser o Benfica. Sabes, é irritante.

O Campeonato é só 1, não se decide só entre os grandes, se assim fosse contabilizavas apenas e só os jogos entre Benfica e Sporting para o Campeonato esta época.

Se daqui a 2 semanas o Porto não jogar no estádio doalgarve a verdade desportiva fica comprometida? Ou o Porto não compete com o Sporting para um lugar de entrada directa na Liga dos Campeões.

Volto a repetir, a memória selectiva cabe a qualquer amante do seu clube, mas estou cá para te relembrar das incongruências na tua forma de ver essa verdade desportiva.

Abraço

Cantinho do Morais disse...

Germano,

havia tanto para comentar e contrariar o teu comentário. E isto tudo de uma maneira civilizada e com desportivismo, pois há coisas que dizes que concordo e outras não. Só que no fim dizes isto:

"estou cá para te relembrar das incongruências na tua forma de ver essa verdade desportiva."

Arrogância não é bem o meu forte e contra isso não pretendo combater. Fica bem. Estás bem enquadrado com realidade lampiónica (que, felizmente, é bem diferente da benfiquista)

Germano Bettencourt disse...

Cantinho,

não o disse com arrogância. Disse-o com intuito de picardia. Que piada tem uma pessoa ser excessivamente civilizada no mundo do futebol? :P

Tenho um blogue para o gozo, compreendo que me acusem de ser lampião ao invés de Benfiquista. É um risco calculado que corro pela forma como gosto de brincar aos futebois na net. :P

Um grande abraço