19 de abril de 2014

Reservado

Meter faixas de "reservado" a um ponto de ser campeão é como o Belmiro mostrar o saldo bancário a um mendigo. #classy


"stay classy" - A tongue-in-cheek ironic remark given to a person or group who says or does something overly offensive or classless.

9 comentários:

Anónimo disse...

Captomente, mostra que são cagões e reles. São e serão sempre. Nisso o benfica nunca muda.

Germano Bettencourt disse...

Este movimento de "Reservado" nasceu em 2010 e foi original com muita piada. A partir daí ficou associado ao Benfica.

Se o colocássemos há mais tempo, éramos classificados como arrogantes e prepotentes. Não há quem vos entenda. Enfim...

Anónimo disse...

Vocês é que não entendem, porque não conseguem ver o quão a cena do "reservado" é foleira, rasca. Além do mais, vocês só começaram a ir para o Marquês porque era para lá que os Sportinguistas iam festejar os seus títulos. O carnide não tinha tradição de ir para o Marquês antes de 2005. Isto é um facto.

Era giro se alguém enchesse a rotunda do Marquês de estrume durante a noite. Ficava a condizer.

Germano Bettencourt disse...

Anónimo,

As opiniões são como as vaginas, cada um tem direito à sua. Eu acho engraçado a cena dos reservados, quem perde é natural achar foleiro. O futebol nunca viveu do politicamente correcto dos adeptos, logo é ridícula a sua classificação.


A tradição do Benfica não é o Marquês não, é PORTUGAL. Nisso estamos de acordo. qualquer canto nos serve para festejar.

Captomente disse...

A tradição do Benfica é comemorar os títulos no Rossio. Desde 2000, perante a maior comemoração de um campeonato jamais vista em Portugal e cujo epílogo ocorreu quando o Iordanov colocou um cachecol do Sporting no leão do Marquês, os benfiquistas acharam por bem imitar os Sportinguistas.

Colocar as faixas de "reservado" é sempre uma atitude arrogante e prepotente mas ao menos em 2010 e 2013 sempre foram um bocadinho mais "corajosos", quando as colocaram algumas jornadas antes de se poderem tornar campeões... :P

Germano Bettencourt disse...

Capto,
lá estão vocês a catalogar atitudes, que só por serem sobre o futebol, são irracionais. Não faz sentido.

Eu como Benfiquista Açoriano, não faço a mais pálida ideia onde eram festejados os campeonatos do Benfica, até porque, tal como o Sporting, o Benfica atravessou um deserto de títulos.

Mas se é como dizes, reservar o Marquês ganha novos contornos, muito mais engraçados, e muito mais irracionais tal como o futebol pede que os adeptos sejam, é reservar o "Sport" Sportinguista. Tal como em 2011 o Porto colocou faixas com "Reservado" um pouco por todo o País, numa atitude de caricaturar o rival Benfica. Se gostei? na altura não achei muita piada, mas hoje que penso nisso acho que estiveram muito bem no papel de adeptos rivais, e agora acho que foi muito bem conseguido, e com muita piada.

Não caias no erro de pensar que és diferente, porque não és. És adepto como os outros, às vezes falas em tom mais sério, outra em tom gozão, mas serás sempre um adeptos que age irracionalmente perante o amor ao seu clube. Se assim não fores, então tenho pena, porque não és adepto de futebol apaixonado por um clube. Mas eu acompanho o teu blogue, e sei que és exactamente assim. É por isso que venho cá. Abraço

Germano Bettencourt disse...

Spot*

Captomente disse...

Eish, p'ra que é que escreves tanto, crl?!? É claro que não sou diferente, somos adeptos de um clube de futebol, a irracionalidade é intrínseca. Agora, há exageros em todo o lado e mal seria se não houvesse nos adeptos de futebol. Repito o que disse e ainda acrescento a patetice de colocarem, através de uma grua (o Iordanov deve se estar a rir), uma camisola de Benfica no Marquês... Epah. lol.

Cumps.

Germano Bettencourt disse...

Eu cá achei que o Marquês ficou jeitoso.